Vitamina D: Fontes e Para que serve?

Muitos subestimam o quão importante a vitamina D é para saúde em geral, é ela que garante que seus músculos, pulmões e cérebro funcione bem além, de ajudar as células de todo o corpo a se comunicarem adequadamente. A falta de vitamina D no organismo resultará em ossos fracos, e em alguns casos ossos com deformidade.

Nosso corpo é capaz de produzir vitamina D de forma natural sem precisar de suplementação ou algo do tipo pois, uma boa fonte de vitamina D pode ser obtida através dos raios solares. No entanto, se você não costuma tomar tanto sol, ou possuí uma dieta vegana, você pode estar sofrendo deficiência de vitamina D neste caso, a suplementação é sua melhor aliada.

Se você não tiver restrições em sua alimentação, incluir certos alimentos em sua dieta como peixes, frutos do mar como salmão, sardinha e mariscos, e alimentos como ovo, leite, fígado, queijos e cogumelos que são fontes riquíssimas de vitamina D, é essencial para manter seu nível de vitamina D equilibrada.

Vitamina D: A vitamina do sol

A vitamina D é produzida pelo nosso organismo em resposta á exposição da pele á luz solar. Pesquisas feitas recentemente constataram que a vitamina D pode ajudar a prevenir uma variedade de doenças, como depressão, diabetes, câncer e doenças cardíacas.

Qual a quantidade de vitamina D por dia?

A quantidade de vitamina D por dia deve ser entre 800 a 1.000 UI diária, está quantidade normalizará o funcionamento dos ossos. Níveis de vitamina D abaixo de 30ng/ml é considerado deficiência que deverá ser normalizada com altas doses 50.000 UI de vitamina D em uma única dose ingerida uma vez por semana, por aproximadamente 6 semanas consecutivas.

  • Crianças de 0 a 12 meses – 400 UI (10 mcg).
  • Crianças 1-18 anos – 600 UI (15 mcg).
  • Adultos com idade entre 70 – 600 UI (15 mcg).
  • Adultos com mais de 70 – 800 UI (20 mcg).
  • Mulheres grávidas ou amamentando – 600 UI (15 mcg).

Quais os alimentos que contêm vitamina D?

A luz solar é a fonte mais comum e eficiente de vitamina D. Porém, existem outras alternativas de obter está vitamina isso através de alguns alimentos, confira a lista abaixo:

  • Peixe gordo, como atum e salmão
  • Alimentos enriquecidos com vitamina D, como alguns laticínios, suco de laranja, leite de soja e cereais
  • Fígado bovino
  • Queijo
  • Gemas de ovo

Quais os sintomas da falta de vitamina D no organismo?

A deficiência de vitamina D nem sempre vem acompanhada por algum sintoma, em outros casos os sintomas podem levar algum tempo para ser percebidos. Veja alguns sintomas que podem ser notados caso, você esteja com deficiência de vitamina D

  • Ossos quebradiços, osteoporose ou fraturas ósseas frequentes
  • Fraqueza muscular
  • Mudanças de humor
  • Ansiedade e depressão
  • Dor crônica
  • Pressão arterial alta
  • Exaustão
  • Resistência reduzida
  • Dificuldade em engravidar