Gravidez anembrionária → Causas, Sintomas e Tratamento

Anúncios

Após a descoberta de uma gravidez, ter o diagnóstico de gravidez anembrionária pode ser um impacto enorme para a mulher que recebe essa notícia, mas saiba que o fato de não haver um feto na placenta não significa que a mulher ou homem possam ter algum tipo de problema.

Está passando por essa situação e ainda não sabe muito bem o significado dessa palavra? Confira nos próximos parágrafos todas as informações referentes a esse assunto, veja porque isso acontece, quanto tempo dura e veja também em quanto tempo depois poderá engravidar novamente.

Gravidez anembrionária

O que é e por que acontece?

Anúncios

Uma gestação onde o feto não se desenvolve recebe o nome de gravidez anembrionária, também chamada de anembrionada ou mais popularmente conhecida como ”Ovo cego”.

Tudo acontece no momento em que se inicia a gravidez, quando por algum motivo a multiplicação celular não ocorre da maneira adequada, o processo ocorre naturalmente como em qualquer gravidez, o esperma fecunda o óvulo, forma o zigoto e começa a realizar a divisão celular, uma parte dessa divisão celular formará o saco gestacional, a placenta e o líquido amniótico e a outra parte que seria a que formaria o feto não se desenvolve.

Gravidez anembrionária
gravidez comum onde é possível notar nitidamente o feto

Gravidez anembrionária
Gravidez anembrionária, com saco gestacional vazio

Anúncios

Tive uma gravidez anembrionária posso ter outra?

É comum tanto os homens mas principalmente as mulheres acharem que possa ter algo de errado com seu corpo, mas a gravidez anembrionada é considerada um ”acidente da natureza” e nem os especialistas sabem ao certo sua causa, é algo que pode acontecer com qualquer pessoa, mas isso não significa que a mulher não possa engravidar novamente, e se engravidar também não significa que o mesmo problema possa acontecer.

Gravidez anembrionária dura quantas semanas

Geralmente quando acontece o ovo cego, o corpo da mulher reconhece que há algo de errado com a gestação por volta das 6 semanas, nessa etapa os hormônios da gravidez são diminuídos e o corpo elimina através do aborto espontâneo.

Mas há casos em que o aborto espontâneo não acontece e nesses casos é necessário realizar um procedimento conhecido como curetagem.

Diagnóstico

Por volta da 6ª ou 7ª semana de gravidez o obstetra passará o primeiro utrassom, caso o médico suspeite de que a gravidez seja anembrionária ele recomendará esperar até a 8ª semana para poder confirmar que realmente se trata de uma gravidez sem feto através de mais um ultrassom.

O diagnóstico é considerado positivo quando o saco gestacional estiver com o tamanho de 25 mm mas sem embrião, caso o saco gestacional estiver com tamanho menor será necessário marcar outra ultrassom, já que talvez a gestação possa estar em um estágio menos avançado.

  Xarope Caseiro para Tosse Seca - Receitas

Sintomas

A gravidez anembrionária ocorre da mesma forma que uma gravidez saudável, e os sintomas apresentados são os mesmos, portanto simplesmente através dos sintomas não é possível realizar um diagnóstico.

Caso não haja aborto espontâneo, somente no final da 6ª semana será possível identificá-la através da ultrassom.

Existem tratamento?

Não existe tratamento para o ovo cego, isso porquê é uma fatalidade da natureza, algo que pode acontecer com qualquer mulher mas não é comum.

O que não é comum é caso ocorra mais de 1 aborto espontâneo consecutivo, nesses casos é necessário informar seu médico para para que ele possa realizar exames mais detalhados para verificar quaisquer outros problemas.

Quanto tempo depois posso engravidar novamente?

Antes de começar a pensar em uma nova gravidez é ideal dar um tempo para se recuperar da tristeza que ocorre ao saber que não havia um feto saudável, é importante reiterar que após uma gravidez anembrionária não significa que possa acontecer uma segunda vez.

  Como tomar Ciclo 21

O ideal mesmo é consultar seu médico obstetra para se informar e saber mais precisamente por quanto tempo deve aguardar, em média o corpo leva de 3 a 6 meses para se recuperar totalmente.

É preciso fazer curetagem?

A curetagem é um processo invasivo que tem o objetivo de remover do organismo da mulher qualquer resquícios da gravidez anembrionária.

Geralmente após 8 semanas o corpo elimina naturalmente aquela gestação através do aborto espontâneo, caso não aconteça através do aborto espontâneo o médico poderá receitar remédios que induzirá o aborto.

Somente após o aborto um novo ultrassom será realizado, caso ainda restem vestígios da gravidez a curetagem será necessária para evitar que ocorra qualquer tipo de infecção.

Como prevenir?

É necessário manter uma alimentação saudável antes mesmo de tentar engravidar, vitaminas e minerais não podem faltar no cardápio, principalmente o ácido fólico já que ele ajuda a evitar problemas de má formação no feto, é indicado tanto para mulheres quanto para homens.

Confira um vídeo com informações mais detalhadas a respeito do assunto, vale a pena assistir:

Continue acompanhando o Toda Atual e fique por dentro de tudo que acontece no mundo feminino.

Veja também:

Grávida pode tomar café? Sim ou Não? Descubra a Verdade!

Teste de gravidez positivo: Fotos de Testes Para Comparar

Legenda para Fotos Grávida: Momento para Eternizar

Anúncios

Recentes

Tatuagens de Fênix: 85 fotos deslumbrantes para você escolher

A Fênix é um pássaro mitológico cuja lenda surgiu na Grécia.  As pessoas a adoram por conta de seu atributo, beleza e significado.Segundo a mitologia...

Piercing transversal: Saiba tudo sobre esse furo na orelha

Vez ou outra já passou pela sua cabeça a ideia de colocar um piercing? Você não esta sozinha, essa é uma vontade que muitas...

Vestidos de 15 anos 2021: Fotos e Tendências para se inspirar

Então o tão esperado 15 anos de idade está chegando, ainda não tem ideia sobre quais vestidos de 15 anos 2021 irá escolher? O...

65 Perguntas Para Puxar Assunto: A Lista Mais Completa

Ficar sem ter o que falar quando se está conversando com alguém pode ser uma das coisa mais constrangedoras que existem e nessas horas...